BLOG Relacionamentos Romaryw Borges

Como saber se ele ou ela é a pessoa certa

Há algum tempo atrás eu tive muitas dúvidas neste sentido. E hoje, já casado com a pessoa certa, eu decidi escrever o que entendo a respeito do assunto. Claro que nem tudo que falarei é aplicável em todos os casos, pois existem exceções. Mas vou tentar abranger ao máximo para alcançar a maioria dos casos e esclarecer da melhor forma possível. Talvez este post possa ajudar você ou lhe dar inspiração para ajudar algum amigo (a).

Entre o sentimento da paixão e uma decisão dentro da razão, escolha a razão!

A pessoa certa

Acredite! A paixão não tem razão. Aqui não estou dizendo que o sentimento deve ser ignorado, mas sim que a determinação em tomar uma decisão e fazer uma escolha, mesmo que pareça não fazer sentido com sua paixão, lhe trará mais resultado do que você seguir apenas o sentimento da paixão (que você pensa ser amor).

Antes vou explicar uma coisa que muitos confundem, e eu já sofri muito no passado por também não saber distinguir. Amor é totalmente diferente de paixão. São sentimentos que de fato confundem-nos, mas o significado é diferente, tanto no dicionário quanto no efeito que cada um destes pode causar em nossas vidas.

Depois de muita queda na tentativa de encontrar a pessoa ideal, acabei por adquirir um grande aprendizado com experiências vividas por mim ou vindas de outras pessoas que já abriram o coração para me falar de sentimentos ou aconselhar-me. Então peço que dê crédito a este conteúdo, e vai por mim que eu sei do que estou falando.

Se tiver de escolher entre o amor e a paixão, escolha o amor, e o amor verdadeiro não é um sentimento que nasce do nada e muito menos andará sem motivo algum em direção ao nada. O que de fato estou tentando dizer é que às vezes você conhece duas pessoas e gosta de ambas, só que uma destas é a pessoa certa e outra é a pessoa por quem você está loucamente apaixonado (a).

Neste caso o erro que quase todos cometem é confundir a paixão com o amor, e assim pensa que esta amando alguém quando na realidade não passa de paixão, e quando abrir os olhos (isso se abrir) talvez a pessoa certa não esteja mais disponível.

Na prática deve funcionar assim: Suponhamos que em sua vida exista duas pessoas próximas. Assim digamos que fique a pessoa certa de um lado e a pessoa da sua paixão do outro lado. Neste momento talvez ainda não exista o amor, pois você ainda não o criou da forma devida, ou talvez exista, mas você não sabe distinguir. Então deixe a paixão de lado (mesmo que seja difícil) e tome uma decisão, escolha a pessoa certa (que talvez já até tenha escolhido você) e a partir de então invista na alimentação do amor que você quer que cresça.

É assim que deve proceder se não quiser viver a sofrer, não ser correspondido (a) e ainda perder a pessoa que poderia ser o cara ou a mulher da sua vida.

Amor não é apenas sentimento

Amor-VS-Sentimento

A paixão é apenas um sentimento (muitas vezes passageiro) que podemos sentir por qualquer pessoa, mas na maioria por pessoas com aparente beleza física, alguém que soube nos cativar dando cantadas ou usando outro método.

E às vezes se sente a tal paixão até mesmo por pessoas que nunca nos deram e nem nos darão bola alguma. Paixão é um sentimento muito forte, mas em muitos casos de forma exagerada, chegando a ser até doentio algumas vezes.

Paixão é algo muito louco que, confesso, é gosto de ser vivido, pois o ser humano gosta de adrenalina. Mas fica um aviso. A paixão nos deixa cegos e na maioria das vezes a gente faz coisas sem perceber, toma decisões impensadas, e nessa jogada toda podemos fazer uma escolha que afetará para sempre a nossa vida e as chances reais de sermos felizes no amor.

Já o amor, de certa forma, não deixa de ser um sentimento, mas não se limita a isso. Amor é fruto de uma conquista, é consequência de algo que foi plantado por você ou por outra pessoa.

No amor verdadeiro existe uma lógica, certa correspondência de um para com o outro (coisa que também pode existir na paixão, mas é passageira), e no amor existe com certeza um futuro de felicidade se você souber fugir da armadilha de uma mera paixão e buscar algo sólido que vai além de sentimentos passageiros.

O amor é o sentimento mais forte e lindo que existe, é a melhor coisa do mundo, o único que pode nos fazer felizes neste mundo e ainda nos mostrar o caminho da salvação, pois sem amor não seguimos Jesus, e sem amor não existe fundamento de fé em Deus.

“O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não se vangloria, não se ensoberbece, não se porta inconvenientemente, não busca os seus próprios interesses, não se irrita, não suspeita mal; não se regozija com a injustiça, mas se regozija com a verdade; tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. O amor jamais acaba;…”

Mas fica um aviso, o amor de uma pessoa para com a outra (em se tratando de relacionamentos) pode esfriar se não for alimentado. Mas se tomar a decisão correta será bem sucedido (a) em seu caminho, e assim saberás o que de fato significa o amor. Aqui estou falando do amor humano no sentido de namoro ou casamento, amor de um homem por uma mulher (ou vice-versa).

Para explicar melhor esse baralhamento todo, gosto de citar o exemplo da minha própria situação na qual, há um tempo, eu tinha uma namorada por quem era louco de apaixonado e uma amiga que já me amava mesmo sem eu saber. Eu gostava da amiga, mas ela não sentia apenas amizade. Depois que descobri o que ela sentia e de perceber que era forte, decidi dar uma chance, principalmente depois de não ser correspondido pela mina por quem eu era apaixonado.

Sabe o que aconteceu de fato? Continuei apaixonado pela outra mina. Já pela ex-amiga que tinha virado namorada eu não sentia paixão nem amor como eu gostaria. Gostava dela, mas não o suficiente para esquecer a outra, eu de fato não sabia mais o que fazer. Sabia que ela era a pessoa certa, a que me amava, que cuidava de mim, me correspondia, e mesmo assim meu coração só puxava para o lado da paixão.

Receba por email as novidades aqui do blog e também as minhas dicas exclusivas. É GRÁTIS!

100% livre de spam.

Paixão é cega, uma chama ardente que te leva até para o inferno, e você vai achando bom porque está em um estado quase que inconsciente. Você está vivendo como em um lindo sonho e no seu pensamento tudo vai dar certo, mas de fato nunca vai dar se seguir no mesmo caminho.

Você vai acordar algum dia dentro de um vulcão em chama sem ter como sair.

Como escolher o caminho certo

Caminho a seguir

De modo geral, escolher a paixão em vez da pessoa certa, é como dar um tiro no escuro. Não tem como saber se vai acertar. É como mergulhar de olhos fechados em um lago desconhecido cheio de crocodilos, a possibilidade de você se dar mal é grande.

No meu caso, eu estava quase decidido a terminar com a menina que era a pessoa certa e continuar a lutar pela menina da minha paixão, pois para mim era a coisa certa, nem que vivesse o resto da vida tentando, sofrendo, mas ainda assim pensava que iria valer a pena, pois era em prol da minha louca paixão (que eu chamava de amor).

Certo dia eu conversei sobre essa questão com um amigo e ele me falou algo interessante. Eu expliquei a situação para ele, falei que tinha essa mina por quem eu era louco apaixonado, e que tinha essa outra que também era legal e que demonstrava me amar, mas eu não sentia o mesmo. Pedi um conselho a ele. Sabiamente ele me falou uma simples frase que até faz parte da letra de uma música cristã. Ele falou: “Para que outros possam viver vale a pena morrer”.

Eu fiquei a pensar na frase por alguns segundos, e logo depois ele me perguntou se eu tinha entendido. Eu falei que tinha, e de fato tinha, mas foi difícil para eu encarar isso como a solução para o meu problema.

A gente nunca quer abrir mão daquilo que estamos apostando toda a nossa ficha, mesmo que seja uma aposta difícil de mais, mas você quer ir mais longe, quer tentar mais um pouco, e depois mais outro tanto, até parar de respirar. Porém, no meu caso, até hoje agradeço a Deus por ter usado este amigo para me falar de forma simples o que eu deveria fazer.

Depois de pensar, decidi agir tomando uma decisão. Fiz o devido, e hoje posso dizer que estou com a pessoa certa, a amo, sou apaixonado (mas isso é consequência e em primeiro lugar existe amor), e o mais importante, estou muito feliz graças a Deus.

Para que outros possam viver vale a pena morrer

Vale a pena

Essa frase é linda e eficaz em sua essência, onde nos mostra o quanto é importante fazermos algo em prol do próximo, e Deus nos abençoará. Já refleti essa frase em muitas outras situações da minha vida desde então, e sempre que a ponho em prática algo bom acontece.

“Para que outros possam viver vale a pena morrer”. Se você ainda não entendeu onde essa frase se encaixa na minha história sobre a escolha entre amor e paixão, ou na colocação deste post, então vou explicar.

Receba por email as novidades aqui do blog e também as minhas dicas exclusivas. É GRÁTIS!

100% livre de spam.

Na minha situação, eu tinha uma mina que me amava, era e ainda é muito linda, era a pessoa certa para eu escolher por muitos motivos que nem vou explicar todos. Mas apesar de eu perceber isso, ainda assim a paixão não me deixava escolher ela.

Tinha a outra mina por quem eu era louco de apaixonado, e que também era e ainda é uma pessoa muito legal e linda, porém não me correspondia como eu esperava e não era a pessoa certa para mim por muitos motivos que também não vou citar aqui.

Agora eu estava tendo que tomar uma decisão de ficar com a pessoa certa ou continuar lutando pela pessoa da minha paixão. Era correr atrás de algo em prol dos meus sentimentos ou abrir mão de tudo e me dedicar a alguém que eu nem gostava tanto, só para fazer ela feliz.

Era um desafio muito grande, eu teria que aprender a amá-la e tentar esquecer a outra. Eu tinha vontade de fazer alguém feliz, e me dedicava muito a isso, porém tinha medo de eu mesmo não conseguir ser feliz. Mas em resumo, aceitei o desafio.

Uma pessoa que estava me amando e disposta a fazer tudo por mim, e outra que na época não tinha certeza se me amava e queria mais era curtir a vida.

Hoje posso dizer: Para que a minha amiga (namorada que me amava) pudesse ser feliz, valeu a pena eu ter abrido mão de lutar pela paixão, valeu a pena eu ter aprendido a amar a pessoa certa, valeu a pena a jornada, o desafio, e valeu a pena hoje eu está aqui escrevendo este post dando meu testemunho de vida na escolha da pessoa para ser minha companheira.

VALEU A PENA EU TER FEITO O QUE FIZ, TER ESCOLHIDO A PESSOA CERTA EM VEZ DA PAIXÃO, E VALE A PENA EU ESTÁ COM QUEM ESTOU.

E você! Como saber se ela ou ele é a pessoa certa?

RESPOSTA: Apenas descobrindo se o que existe entre vocês é amor ou apenas paixão. Saber como é a correspondência entre vocês, e se de fato vai valer a pena. Pense não no momento, mas sim no futuro. Depois, se achar por bem, tome a decisão que vai fazer toda a diferença em sua vida e na vida da outra pessoa.

Assim finalizou este post e espero está de certa forma ajudando você em algum ponto de sua vida (seja relacionamento ou não), ou ainda lhe dando inspiração para ajudar alguém na hora de escolher o melhor caminho.

Um forte abraço, e desejo muita paz para você. Deus abençoe!

Se você gostou de algo, ou se não gostou, por gentileza deixe seu comentário logo mais abaixo. Obrigado!

Sobre o autor | Website

Blogueiro apaixonado por criação de conteúdo. Come, bebe e respira a internet onde atua a mais de cinco anos criando diversos projetos seus e de clientes que ficaram tão satisfeitos e se tornaram amigos...

Receba por email as novidades aqui do blog e também as minhas dicas exclusivas. É GRÁTIS!

100% livre de spam.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

20 Comentários

  1. Edneia disse:

    Obrigado esse conse lhos mim se viram bastante.

  2. Maria disse:

    Namorava a nove meses com um rapaz ele é do RJ de familia boa, que nao bebe e nem fuma, e não é de balada, e eu de SP. Só que esse rapaz é muito mentiroso, mente com tudo e ainda me deixa no vácuo em algumas mensagens que eu mando pra ele, pra ele fazer as coisas eu tenho que cobrar. Ele se declara demais pra mim faz juras de amor inimagináveis, porem suas atitudes não correspondem a isso. Terminei com ele,porque já havia o perdoado cinco vezes por pega-lo na mentira, só que agora penso que talvez nao encontre um rapaz com as qualidades que ele tinha, apesar de odiar seu defeito. acha que eu fiz certo? obs. Dei varias chances pra ele mudar e falar a verdade mas ele nao muda, e ainda disse que mentiu pq queria ser o maioral pra mim. O que eu faço? o amo mas acho q ele não mudara, e que nao encontrarei alguem sem vicios e caseiro.

    • Oie Maria, tudo bem? Que interessante sua história. Na verdade fiquei até sem saber o que lhe dizer, pois não conheço a fundo o seu caso. De antemão quero lhe dizer que sempre existem outras pessoas. Existem muitas pessoas que poderão lhe completar. Isso é questão de tempo, e de você se permitir.

      Mas também vale lembrar que não é bom tomar decisões precipitadas.

      Em todo caso, se desejar conversar mais sobre o assunto, tirar dúvidas, basta entrar em contato comigo pelo botão de contatos deste blog. Ficarei feliz em falar com você e entender direito o caso. Talvez eu lhe ajude mais assim.

      Abraços e Paz

  3. devyd disse:

    eu estou noivo ela mora nu rio e eu em são paulo e em quanto eu estava em sp ela saia com outro rapais mas não teve beijo mas saiu varias vez unas 3 vez vir conversa sobre eles que não gostei em fim o que eu devo fazer ???

    • Olá David. rsrs. Bem vindo ao blog. Sua situação é parecida com uma situação pela qual já passei também. A diferença é que eu não estava noivo. hehe.

      Aliás, PARABÉNS por você está noivo.

      Agora no seu caso, como você relatou, ela saiu com outro. Ou seja, você deve parar para conversar profundamente sério com ela a este respeito. Apesar de não ter havido beijo (como vc relata), ainda assim deve existir a conversa séria entre vocês, por ela ter saído com outro e provavelmente ter existido um clima.

      Mas isso também não é motivos para ter ciúmes e muito menos jogar tudo fora. Essas coisas acontecem e é normal, principalmente se estão distantes. Nós seres humanos somos muito carentes. rsrs. Isso não dá direito de trair, mas a distancia (principalmente se ainda não são casados) pode deixar brechas para algum outro caso, mesmo que seja passageiro.

      Mas ainda assim, quando exite algum caso, ainda vale observar o que a outra pessoa (no caso, sua noiva) teria a dizer a respeito. Os motivos dela, etc. Depois da conversa, você vai perceber a sinceridade ou fingimento que ela vai transmitir e a partir daí vocês podem chegar a uma conclusão.

      Espero ter ajudado. Um forte abraço e qualquer coisa estou aqui para conversar.

      Deus abençoe grandemente.

  4. rsrs. Tudo bem… vamos ao e-mail. Vou responder lá. Bjs querida…

  5. ???:S disse:

    ah é! verdade…bem debaixo do meu nariz rssrrsrs

  6. ???:S disse:

    Sim, sim…mas aonde fica exatamente o botão de contato? rs

  7. Nossa! rs. Seu caso é um pouco diferente do que eu imaginava.

    Na verdade, que bom que a minha resposta anterior lhe foi útil, mas eu nem sabia a quem estava me referindo, se era homem ou mulher. rs

    Pude notar também que na realidade você procura uma fuga, que não está tão feliz no relacionamento, está de fato com dúvidas.

    Para dar um parecer mais preciso eu deveria conhecer melhor o seu caso, talvez a sua pessoa, e enfim. Gostaria muito de pedir que se possível você entrasse em contato pelo botão de contato aqui do blog. Daí entro em contato com você por e-mail se você desejar.

    Estou disponível para ajudar no que possível for. Abraços e muita paz…

  8. ???:S disse:

    Bom, era mais ou menos isso que eu gostaria de saber mesmo, mas…a questão é que no meu caso, estou com alguém que…tudo nele me irrita, o que faz, o que gosta, o que é (personalidade, caráter, comportamento, objetivos) e todos esse pontos nele é bem diferente em mim, entende?! p.ex. sou decidida e drástica e ele INDECISO e covarde :(, e se preciso de uma posição dele sobre algo, não consigo resolver pq ele não se decide…o quero dizer com isso é que muito do que ele é atrapalha no meu jeito BOM de ser…e ele sempre soube disso (pelo menos eu sempre falei), mas o incrível é q ele afirma, por 3 anos, que me ama de verdade e que sou a pessoa certa para ele…e por três anos isso é um drama sem conclusão para mim. Mas de tudo isso, o pior dos piores é que: somos cristãos!
    Você teria alguma ideia conclusiva sobre tudo isso?
    Mas já agradeço pela sua atenção e pela resposta que deu, me foi de grande valia.
    Deus te abençoe sempre mais!

  9. ???:S disse:

    em relação as duas pessoas que vc citou, pode me dizer qual tinha mais à ver com vc (p.ex. que vc mais se identificava, personalidade, gostos, objetivos de vida…), e se isso mudou depois q vc se casou com sua esposa.

    • Olá! rs. Olha só,

      Não entendi muito bem sua pergunta, mas vou tentar responder da melhor forma.

      Bem, como no inicio eu estava muito apaixonado e faria de tudo pela outra pessoa (a primeira nestne caso que citei), claro que ela era a pessoa com quem eu mais me identificava. Mas depois descobri que não era assim, que na verdade eu estava no escuro (paixão) e por isso não via (e nem queria) a realidade.

      Depois que casei com minha esposa muita coisa mudou sim. Hoje tenho cada dia mais certeza de que a minha esposa é de fato a pessoa certa para mim, a pessoa com quem, apesar de não me identificar em tudo, quero passar o resto da vida.

      Relacionamento é isso. Os dois não podem ser iguais, precisam ser diferentes para que um venha a completar o outro.

      Se a sua dúvida de fato era querer saber se ainda senti algo pela outra pessoa depois que casei, SIM. Senti e não nego. rs. Mas questão continua.. O que vale mais a pena, a paixão ou o amor verdadeiro??? Acredite, é o amor.

      A paixão cada dia que passa vai se apagando, o amor vai crescendo.

  10. Anonymous disse:

    Perfeito .. ta me ajudando mto com seu texto .. obrigado . Devemos msm amar quem nos ama, por mais dificil qe seja no começo. Vou pensar nisso : / ass:Thamiress

  11. Anonymous disse:

    Quase toda mulher esconde um passado sombrio

    • Na realidade são quase todas as pessoas (mulheres e homens), e muitos nem escondem, apenas escolhem não ficar falando porque não há necessidade ou talvez porque isso apenas faça lembrar de maus bocados já enfrentados na vida. Se não tem como voltar atrás, então pra que ficar revelando passado? Penso assim. rs

  12. Anonymous disse:

    Quer saber se ela e a pessoa certa olhe o wpp dela kkkkk